Presidente da União de Huambo ignora caso Kalupeteka e pede mais dízimos e casas para pastores

image_pdfimage_print

Lider da Uniao Sudoeste fala aos fiéis: “O bom é inimgo do excelente”

NOVO-LIDER

No dia 12 de Julho, o Pr. Manuel Filipe Pacheco foi eleito para um mandato de cinco anos como Presidente da Uniao Missao dos Adventistas do Setimo Dia em Angola. Manuel Filipe Pacheco foi reconduzido a uma posicao que ocupava desde 2013, quando por conveniencia de servico foi chamado para substituir o Pr. Teodoro Elias, primeiro Presidente da referida Uniao.

Recorde-se que a Uniao Sudoeste fora criada em 2010, quando da reoganizacao administrativa da Igreja em Angola, agora com duas sedes administrativas, uma em Luanda, com o Pr. Hachalinga e outra no Huambo, onde esta o Pr. Pacheco. O Atalaia, o nosso Espaco convidou o Pr. Pacheco para uma entrevista que passamo-la na integra em estilo pingue pongue. Leia bastante informacao sobre a Igreja Adventista do Setimo Dia no Sudoeste de Angola!

“O Atalaia, o nosso espaco”- Como foi esta experiencia na lideranca da Igreja ao nivel da Uniao Missao do Sudoeste dos Adventistas do Setimo Dia, nestes dois anos?

Manuel Filipe Pacheco (MFP)- A experiencia foi multifacetica. De susto, de desafios, de alegria pela participacao activa da igreja, que se envolveu de forma extraordinaria, especialmente em 2013, quando dos programas evangelisticos Luanda e Huambo para Cristo, cujo resultado foi o baptismo de 23 mil pessoas. Recordo-me ainda que neste ano se implementou os Pequenos Grupos, uma nova experiencia nova, tambem para a igreja. A vida e mesmo assim, aprender, e aprender mais.

O Atalaia- Quer explicar mais o termo susto?

MFP- Experiencia de susto atendendo que, antes de voltar para Angola, trabalhei na divisao, sendo responsavel da area de Traducoes, depois venho a Angola, para dirigir a Escola ou o seminario Adventista de Teologia.

Imagine que sai dai para onde me encontro agora, quase tudo muito rapido, por isso o susto. Logo perguntava-me, como comecar? Pronto, e como David! O que me animou foi o apoio de colegas de mais experiencia, aos quais perguntava sempre quando nao percebesse alguma coisa. Isso refiro-me a pastores do Campo, colegas administradores. Olha, tenho uma particularidade, quando digo nao, e porque quero que a pessoa em questao me convenca, deia mais detalhes sobre o caso.

“O Atalaia, o nosso espaco”- resumindo como descreve o envolvimento da Igreja?

MFP- Todos envolveram-se, particularmente no projecto evangelistico dos Pequenos Grupos. Desde directores de Departamentos, Pastores de Igreja, o meu agradecimento e extensivo aos membros. Tudo foi bom, mas tenho ditto que o bom e inimigo do excelente! Nao devemos nos acomodar, devemos continuar a progredir. Por isso, tudo foi uma experiencia de emocoes misturadas.

O Atalaia- com base na experiencia que teve, como acha que devem ser as coisas?

MFP- E o seguinte, somos uma Igreja com uma responsabilidade muito grande: a mensagem dos tres anjos de Apocalipse 14:6-12 e a base da nossa mensagem. ha duas caracteristicas de anjos: a de anjos celestes, os ministradores e outra. Em suma, anjos significa “enviados”. E um privilegio ser enviado de Deus! Por outra, o termo “voar” dimana urgencia, leva-la com urgencia a todas as nacoes. Antes que venha o juizo, temos que proclamar.

Veja tambem que existe uma relacao destes textos com o quarto mandamento que se encontra em Exodo 20:8-11, que fala que Deus criou em seis dias. Apocalipse fala em adorar aquele que fez os ceus e a terra. O quarto mandamento espelha bem quem foi o Criador. Quando alguem guarda o sabado, esta a manifestar que o mundo nao veio do acaso. Por exemplo, e como o dia da independencia, em Angola o 11 de Novembro. So existe um 11 de Novembro, nao existe dois! Assim e o sabado, so temos um unico dia!

“O Atalaia, o nosso espaco”- como deve ser apresentado o evangelho?

MFP- Devemos evitar espiritualizar as coisas, isso e perigoso!

“O Atalaia, o nosso espaco”- Pode explicar-se mais sobre isso?

MFP – Devemos ser espirituais, isso implica que devemos fazer bem as coisas, com regras, e de forma professional, pois que o meio e o tempo exigem isso. O nosso meio e tempo e exigente. Agora, espiritualizar as coisas, refiro-me ao apenas orar e esperar que as coisas acontecam, como se dissemos que as coisas vao acontecer de qualquer jeito. Entendamos que, o evangelismo e adaptavel ao meio, mas sem alterar o elemento constante o Evangelho, que nao muda!

“Atalaia, o nosso espaco”- Pode revela alguns meios que podem ser utilizados?

MFP- Atraves da radio, Pequenos Grupos, Campanhas Evangelisticas, Conferencias, Quintais de Esperanca e outros. Gostaria de reitarar que, fizemos bem ja, mas devemos crescer, pois o bom de ontem hoje e o mediocre! Nao nos esquecamos que a Igreja de Deus e a cabeca, e nao a cauda. fazer as coisas com espiritualidade e nao espiritualizar! O nosso evangelismo deve ser integrado.

“Atalaia, o nosso espaco”- O que espera dos fieis nestes proximos cinco anos?

MFP- Comunhao com Deus! Ela e a base de tudo. Sem comunhao nada avanca. Olha somos o ramo, Cristo e a videira, a qual devemos nos ligar! A Comunhao com Deus leva a accao! A Biblia diz que produziremos frutos do Espirito. Os frutos nao sao nossos, mas do Espirito. Com a comunhao, os membros serao fieis no lar, no emprego, liberais para com Deus atraves do dizimo e ofertas. Espera-se tambem que haja unidade com Deus, com o proximo; unidade organizacional, doutrinal.

“Atalaia, o nosso espaco”- Pode explicar um pouco mais com unidade doutrinal e organizacional?

MFP – Quero dizer que, quem tiver uma ideia nova deve apresentar as instancias superiores, depois de analisada, aplicamos todos em varios lugares, evitando assim que cada uma aplique algo. Isso cria confusao, e confundimos as pessoas com esse procedimento.

“Atalaia, o nosso espaco”- Planos para os proximos cinco anos?

MFP- Alguns planos sao: a questao da comunicacao; a nossa universidade, a implementacao da filosofia de Educacao Adventista, pois ela e holista, ou seja, visa a parte espiritual, mental, fisica e intelectual. Nao queremos apenas promover uma educacao intelectual. Isso queremos implementar em todas escolas.

Outro projecto e a questao da apresentacao de Deus, precisamos de apresentar bem a Deus, e isso passa pela edificacao de bons templos. Deixe dizer que ja vi alguns bons templos; tambem precisamos de construir casas pastorais, pelo menos se cada Igreja construir uma para que o pastor fique proximo do rebanho.

Importa lembrar que, Deus em certo momento disse que, como voces vivem em boas casas…Por isso, temos que apresentar bem a Deus. Nesse momento, a sede da Uniao e de 1923, a Associacao centro, coitada nem tem sede. Por sua vez, a Associacao Sul teve que transformer uma vivenda em casa.

Por isso, apelamos o apoio dos fieis, que ja tem feito muito! O importante e dar o seu melhor, contribuir com aquilo que tiver, porem o seu melhor, para que Deus tenha bons lugares. Importa dizer que Deus deu o que tinha de melhor, Jesus Cristo!

O Atalaia, o nosso espaco”- como sera gerido este projecto?

MFP- Temos um plano, a gestao do projecto de construcao sera feito por pessoas neutras, com a composicao de profissionais de diversas areas, desde arquitecto, jurista e outros. Queremos mais transparencia, a administracao so aparecera para aconselhar em algumas coisas, mas senao sao mesmo os fieis a gerir.

Nao nos esquecamos que , se Deus quiser vem ali a Associacao Litoral, ou em Benguela ou no Lobito, ninguem sabe ainda onde. Por isso, apelamos a participacao de todos. E veremos que Deus sera bem representado. Isso nos levara a Uniao Conferencia. Veja que apenas Angola e Mocambique e que nao sao Uniao Conferencias, ja sao Botswana, Malawi, Madagascar, para nao falar dos outros

“Atalaia, o nosso espaco”- Quais sao as vantagens de uma Uniao Conferencia?

MFP- Vou dizer algumas: eleicao dos administradores a nivel local, por exemplo, fomos eleitos longe, com apenas um punhado de pessoas. quando se fossemos conferenfias, a eleicao seria aqui. E muitos teriam participar. Outra e a autonomia financeira. Creio que com a ajuda de Deus chegaremos la. Temos potencialidade, imagine que paises como Malawi e Botswana, sem muitos recursos ja sao, quanto mais nos organizados! Para esclarecer, neste momento somos como uma filial de Igreja, dependemos quase em tudo!

“Atalaia, o nosso espaco”- em suma, o que espera a Igreja?

MFP – Evangelismo e mordomia. So para terminar, que os adolescents sejam baptizados. As vezes ouco que sao os pais que nao os querem ver baptizados, dizendo que ainda sao miudos. Entretanto, eles conseguem entender bem as novelas! Se as entendem, creio que tambem sabem distinguir o bem e o mal. Obrigado pela disponibilidade e Deus vos abencoe!

Fonte: https://www.facebook.com/permalink.php?story_fbid=782537798532120&id=418250924960811

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *