Cesare Borgia, o garoto-propaganda do Vaticano para apagar o Jesus Cristo negro

Ademario britoPor Ademário Ashanti, Professor e Pan-Africanista e Afrocentrista.
E-mail: ademaravilha@yahoo.com.br

“Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. João 8:32

A força propulsora que me moveu a produzir este texto vem da minha fé e esperança de que um dia a Nova Jerusalém seja estabelecida para todo o sempre, livre das garras de Lúcifer e de seus anjos malignos que governam este Sistema de Coisas. Sistema este que tem na Besta do Apocalipse sediada em Roma um dos seus mais autênticos representantes.

A falsificação da verdade, a camuflagem e o estabelecimento do europeu à “imagem e semelhança” do Filho de Deus, o negro Yahoshua, o Leão Conquistador da tribo de Judá, tem sido a tática mais perversa imposta pela Europa para o domínio dos povos africanos, asiáticos e americanos a nível psicológico, religioso e político. Esta tática tinha como objetivo principal, a negação dos verdadeiros hebreus ao mundo, enquanto os askenazis e sefardins se apropriavam da identidade dos hebreus e da terra prometida (Israel) e apoiados pelo Vaticano escravizaram os negros semitas (hebreus) aqui na América.

Tomo como exemplo a “imagem de Cristo” que é usada como modelo desde o Renascimento europeu, especificamente o italiano. Nela o modelo utilizado em nada identifica a verdade histórica. Trata-se de um homem comum que viveu na Itália Renascentista: ele chamou-se Cesare Borgia. Este é o Garoto Propaganda do Vaticano que “deu certo”.

ESTAS IMAGENS REPRESENTAM A MESMA PESSOA: CESARE BORGIA (O ANTICRISTO)

Vejamos um pouco a biografia dele e decidam vocês se o mesmo teve uma vida que justificasse tal honra:

Como a maioria dos segundos filhos da nobreza italiana, César foi educado em seus primeiros anos para se tornar um homem da Igreja, como seu pai o Papa Alexander VI. Indubitavelmente seu caráter não era de um religioso. Como o pai, Cesare foi um bi-sexual, e suas ligações femininas e masculinas são amplamente reconhecidas desde sua adolescência. Foi apontado como amante de sua própria irmã Lucrecia Bórgia.

Abandona a carreira eclesiástica (para a qual tinha pouco gosto), utilizando como justificativa o assassinato do seu irmão João, (assassinato este cometido pelo próprio Cesare Borgia), o qual deveria substituir nos assuntos temporais (João era capitão das forças militares do papado). Feito Duque Valentino em 1498 pelo rei Luís XII de França, que queria um papa aliado, Cesare Borgia tornou-se modelo para o livro O Príncipe, de Maquiavel.

Calculista e violento tentou, com o apoio do pai, constituir um principado na Romanha em 1501. Posou para Michelangelo a pedido do pai, Papa Alexander VI, para substituir a imagem do verdadeiro Messias (Yahoshua) que até então era representada na sua cor original, negra, tanto em Roma quanto nas principais catedrais européias, asiáticas e africanas. Foi um projeto maligno e satânico concebido pelo Vaticano para substituir e apagar da memória histórica todas as personagens bíblicas reais hebraicas negras por imagens caucasianas.

No dia 31 de dezembro de 1502, para se livrar de seus inimigos (entre eles, Oliverotto de Fermo), convidou-os para seu palácio de Senigallia, depois os aprisionou e assassinou-os. Após a morte de seu pai, foi encarcerado sucessivamente pelo Papa Júlio II e pelo rei de Castela. Escapando daquele reino, serviu como soldado no exército de Navarra (que tinha por rei o cunhado de César), e morreu aos trinta e um anos, no ano de 1507, em Viana, na Espanha.

Ao que consta, César Bórgia foi contemporâneo do escritor Nicolau Maquiavel, tendo servido de modelo para o autor em sua obra “O Príncipe”. No cinema, César Bórgia foi representado por Orson Welles no filme Prince of Foxes.

CESARE BORGIA IDOLATRY V. ORIGINAL BLACK ETHIOPIAN YESUS!

É triste e vergonhoso ver muitos IRMÃOS PRETOS em suas Igrejas louvarem diariamente a este “Yahoshua” fictício. Mas o apóstolo João nos testifica: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. João 8:32

Esta é a nossa esperança e a nossa missão.

Diga não a esta farsa e não a este garoto propaganda imposto pelo Vaticano Renascentista. Shalom!

Fonte: http://cnncba.blogspot.com.br/2009/10/cesare-borgia-o-garoto-propaganda-do.html

,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *